Minha Viagem

LOGO_AZUL-sem fundo

Passagem de Volta é Obrigatório

Passagem de Volta é Obrigatório

Antes de mais nada, a lei não exige que você compre passagem de ida e volta para o Brasil em viagens internacionais. Mas, curiosamente, você compra para que não fique preso. Como os países pertencentes ao espaço Schengen não exigem visto para turistas brasileiros para estadias de até 90 dias, a Agência Europeia de Migração considera uma boa prática/regra a compra de passagem de ida e volta ao Brasil em uma viagem europeia.
Portanto, em alguns casos, os agentes federais podem não permitir que você entre no país. Isso pode ser porque muitos migrantes entram na Europa como turistas para viver ilegalmente. Como tal, você pode ser confundido com um potencial imigrante ilegal e, assim, arriscar a UE.
Contudo, é melhor garantir sua passagem de ida e volta no momento da compra. Porque além de não correr o risco de ser banido, o valor costuma ser melhor do que apenas comprar um trecho.

Vale a Pena Comprar Ida e Volta?

Na maioria das vezes, é mais barato comprar uma passagem de ida e volta, principalmente para voos internacionais. A maioria das companhias aéreas oferece melhores preços para a compra desses dois setores.
Valor semelhante pode ser encontrado para comprar viagens de ida e volta separadas, mas comprar duas partes separadas dificilmente é barato. A compra de passagens só de ida da mesma empresa pode dificultar o planejamento e até mesmo o gerenciamento do número de tripulantes em cada voo.
Como resultado, as empresas geralmente mantêm as passagens de ida e volta no valor aproximado de ida para se proteger contra possíveis contingências e custos devido à falta de passageiros no voo de volta.


Viajar com Turista ou Pretende Ficar

Se você estiver entrando no continente como turista, precisará mostrar sua passagem de volta na imigração.
As passagens de ida e volta podem ser remarcadas e, em alguns casos, dependendo das condições de cada companhia aérea, você pode até obter um reembolso. No entanto, é importante lembrar que o bilhete é válido apenas por um ano, após o qual você pode perdê-lo.
O valor da remarcação pode variar dependendo da companhia aérea e até da época do ano, seja alta ou baixa temporada.
Se os termos e condições da sua companhia aérea permitirem um reembolso, você deverá entrar em contato diretamente com a companhia aérea ou agência onde comprou seu bilhete para solicitar um reembolso.
É importante lembrar que você deve sempre nos avisar quando não estiver no voo. Isso ocorre porque algumas empresas cobram taxas de não comparecimento, o que significa que você terá que pagar uma multa se não disser a elas que não estará lá.

Você Vai Gostar Também de Ler:
A Recuperação do Turismo no Brasil
Viajar é ou não é uma terapia?
Dicas das Melhores Cidades próxima de Londres
Singapura: curiosidades da rica cidade-estado

Nota de Encerramento

Nós do Minha viagem estamos diariamente trabalhando para trazer o melhor conteúdo para vocês leitores, nosso site trabalha com muito conteúdo de viagens trazendo muitas dicas para você que é amante de viagem.

Ass: Equipe Editorial

Temos uma grande uma grande novidade para você que ama viajar, está no ar lifeand healf uma nova Rede Social somente para nós que amamos viajar.

Deixe um comentário